Espero que a Tertúlia do hóquei seja bom para ele e para os estremocenses, que penso  devem gostar desse evento. Eu conheço o Nuno Lopes desde bebé, porque sou madrinha de batismo. Acompanhei-o sempre enquanto ele esteve em Estremoz. No final já não tanto, porque entretanto casei e fui morar para Lisboa. O Nuno esteve sempre presente na minha vida. Em relação ao hóquei não tenho grande perceção, mas sei que ele adorava a modalidade. Quando o Nuno casou convidou-me também para madrinha de casamento. O Nuno sempre adorou o hóquei e é um grande sportinguista. Ele ama o Sporting é o grande amor da sua vida, como costuma dizer.