Em cerimónia realizada hoje, às 11h00, na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures, a Porto Editora anunciou a PALAVRA DO ANO® 2015 eleita pelos portugueses: “refugiado”. Foram mais de 20 000 os participantes na eleição da PALAVRA DO ANO® 2015, que decorreu através do site www.palavradoano.pt do dia 1 ao dia 31 de dezembro último. A palavra “refugiado” foi eleita com 31% dos votos, seguida por “terrorismo” (17%) e “acolhimento” (16%). A palavra “esquerda” recebeu 8% dos votos, seguida das palavras “drone” (7%), “plafonamento” (6%), “bastão de selfie” (5%), “festivaleiro” (4%), “superalimento” (3%), e “privatização” (3%). De lembrar que a palavra “refugiado”, que se segue a “corrupção”- palavra do ano em 2014 -, foi integrada na lista das 10 candidatas considerando o impacto que teve, ao longo de 2015, o êxodo massivo de pessoas rumo à Europa, provenientes de regiões onde se verificam graves conflitos militares.